Desculpem a MEGA demora para escrever a outra parte da “brincadeira”.

Essa foi um pouco mais séria que a do “lounge“, já que a escolhida foi a sala e é um lugar que a gente fica por mais tempo.
Então, tinha que ser agradável, aconchegante e que nos deixasse satisfeitos!
Espero que gostem!!

Assim que mudamos, a sala estava pintada em duas cores: uma parede na cor vinho e as outras em creme.

Pensamos em várias cores e acabamos escolhendo o preto!
Na verdade, foi escolha do marido. Eu, logo pensei: Justo preto??
Confesso que fiquei um pouco insegura com o resultado, já que nunca tinha visto uma sala nessa cor!

Só fiquei satisfeita depois que a sala estava toda montada, com a poltrona vermelha e a planta, que deram um contraste no preto, deixando o ambiente mais alegre!

Resolvemos pintar meia parede da escada, de preto também.
Mas acho que ali falta aquele adesivo p/ dar uma animada. Por enquanto, coloquei só uma plantinha.

Essas plantas são de ambientes internos. São perfeitas para ficarem dentro de casa. Mas, exigem alguns cuidados, que eu venho falar em outro post!

Relacionei algumas cores com dicas para serem usadas nos ambientes.
Se você tiver com dúvida em qual cor pintar, dá uma olhadinha aqui!

Amarelo: O amarelo é considerado a cor do estílumo e da criatividade. É indicado para ambientes como escritórios e cantos de estudo. Para negócios como bares e restaurantes também é ótimo, pois desperta o apetite.

Azul: O azul é a cor que fica entre o violeta e o verde. Assim como o violeta, o azul tem um efeito calmante e é essencialmente tranquilizante. Como o verde, o azul em alguns casos restaura o equilíbrio emocional, ao criar um ambiente mais aconchegante. Cuidado com o excesso de azul. Pois poderá provocar sono. A cor é indicada para quem é muito agitado.

Branco: O branco é uma cor que não compromete o ambiente. Visualmente, transmite uma elevada percepção do espaço, o que ajuda na decoração de ambientes pequenos. O branco passa nos também uma sensação de limpeza – até exagerada. O branco só é branco quando recebe uma luz intensa direta. Locais com a cor branca, trazem uma sensação de mais claridade. Podemos quebrar o excesso de branco de um ambiente, com a disposição de móveis com tecidos coloridos, quadros, ou outros objetos de decoração.

Laranja: No uso moderado, estimula os sentidos da criatividade e da comunicação. Muito usado em negócios voltados para área de alimentação. Em casa, ambientes como sala de visitas, de jantar e cozinha, são as preferidas.

Marfim: O marfim é uma variação do branco para o amarelo, assim como palha ou pastel. É um tom considerado neutro e pode ser utilizado em qualquer ambiente. Porém, não possui muita vida.

Marrom: O marrom ou castanho nos trasmite a idéia de terra. O marrom nos lembra madeira e nos leva para um lugar mais rústico da decoração. É considerada uma cor sólida e calorosa, transmitindo sensação de envolvimento.

Preto: é a cor que simboliza sobriedade e drama, assim como sofisticação e glamour. Muito usado na decoração quando em contraste com o branco. Em geral, é usado em pequenos detalhes na casa.

Rosa: O rosa acalma e representa perfeitamente o lado feminino do ser humano. No entanto a utilização do rosa em excesso é desgastante, podendo transmitir fraqueza emocional.

Verde: O verde proporciona descanso e tranquilidade, traz mais alegria e vida, ajudando a combater o stress. Para casas onde existem problemas de saúde, o verde é uma ótima idéia. Em locais abertos, complementa madeira e jardins.

Vermelho: O vermelho é uma cor que capta e chama nossa atenção evocando energia e sensualidade. No quarto de casal, ativa o romantismo. Enquanto na sala ou cozinha, estimula o apetite e a fala. Um móvel ou uma única parede, já é o suficiente. Cuidado com o excesso!

Violeta: O violeta é uma cor que traz tranquilidade, sossego e calma ao ambiente. É muito bom para a saúde. Em casa, os melhores ambientes são: os quartos de bebê e locais de descanso.

O texto acima (das cores) foi tirado do blog Decora Brasil.